Resumo de Agosto/2015


2015-2

Neste mês escrevi sobre os tipos de pergunta que se fazem na Índia:

Perguntas absurdas ou não?

Trouxe algumas curiosidades culturais:

Tarô e Cultura: Coco Chanel e Igor Stravinsky

[DROPS] Tarô dos Campos de Concentração e o Diário de Anne Frank

Tarô e Cultura: Chapeuzinho Vermelho e o Lobo Mau

Norman Bates, um esotérico?

Fiz algumas associações:

Mental Louco com 6 de Espadas

Emocional Sacerdote com 6 de Copas

Associações no Tarô

Também ensinei como extrair um conselho:

Se o conselho é: Seja como o 5 de Ouros!

Publiquei mais alguns textos das séries Ação e Reação, Profissões e Personalidades:

Tarô e Profissões: Louco

Você se parece com a Morte?

O que você faz quando é atingido pela avareza do Rei de Ouros?

Falei sobre conduta do tarólogo:

O que fazer quando o assunto é doença?

E comecei uma nova série

Drops Terapêuticos: Força

Associações no Tarô


Quando vamos fazer uma leitura, é preciso entender que cada carta é como uma palavra no dicionário: cheia de possíveis significados e sinônimos. Portanto, para que a interpretação seja coerente é necessário saber associar, de forma lógica, o universo de cada arcano de modo que, juntos, formem um sentido contínuo e coerente com a pergunta feita. Porém, para não “viajar” nesta busca, é necessário ter claro o método usado e a linha interpretativa.

Por isso, coloco alguns exemplos da diferença de respostas que pode haver se usarmos baralhos e conhecimentos diferentes.

  Visconti_-_XVIII_-_Der_MondVisconti_-_XVII_-_Der_SternVisconti_-_XVI_-_Der_Turm

Visconti Tarot

Pergunta: Ele me ama?

Resposta: Lua/ Estrela/ Torre

Método: Sem método, só tirei as cartas e vou ler. Bem, Lua significa paixão, mistério…(será que ele esconde algo?). A Estrela fala de esperança, alguma coisa vindo à luz…(acho que vou descobrir sua traição)…É mesmo! Torre é desgraça à vista. Ele não só não me ama, como me trai e eu vou descobrir!

(Como vê, neste caso eu segui por uma linha totalmente solta que muitas vezes pode mostrar mais meu medo do que a realidade. Afinal, eu poderia ter lido que ele é tão apaixonado por mim [Lua] que me idealiza [Estrela] ao ponto de não ver minhas falhas [Torre])

Waite_-_XVIII_-_Der_Mond Waite_-_XVII_-_Der_SternWaite_-_XVI_-_Der_Turm

Pergunta: Ele me ama?

Resposta: Lua/ Estrela/ Torre

Método 3 Cartas – Positivo/Negativo/ Resultado: Pelo Waite sei que ele está sentindo medo, apreensão, que acredita em ilusões e que está confuso. Isso é o que existe. O que não existe nele é esperança, positividade, inspiração, generosidade ou equilíbrio. O resultado disso é uma crise emocional, uma explosão de raiva ou ainda uma caída à realidade. Logo, ele não me ama, pois está mais envolvido com seus problemas internos que comigo. Portanto, pode acabar percebendo isso e indo embora.

Marseille-Grimaud_-_XVIII_-_La_Lune Marseille-Grimaud_-_XVII_-_L__Etoile Marseille-Grimaud_-_XVI_-_La_Maison_Diev

Pergunta: Ele me ama?

Resposta: Lua/ Estrela/ Torre

Método 3 Cartas – Positivo/Negativo/ Resultado: Por Marselha, fica claro que ele é apaixonado, mas dependente emocional, que tem medo de ser rejeitado ou abandonado. Além disso, falta a ele leveza e afeto genuíno. Então, ele está mais no relacionamento para se sentir amado que me amar. Daí que o resultado é uma possível separação, causada por ele mesmo (afinal, quem tem medo demais acaba se autossabotando e materializando o que teme).

Como Tarô é Tarô, as respostas acabam confluindo no mesmo desfecho: não existe amor suficiente e uma crise se avizinha. Porém, no primeiro caso eu vou ficar nervosa com ele achando que está me traindo. No segundo, vou perceber que ele não sente muita coisa e ainda vai me fazer mal. No terceiro, entendo que ele de fato gosta de mim, mas que não sabe lidar com isso e, portanto, fará mal a si mesmo.

Mesmo que as respostas se pareçam, irão gerar reações diferentes em mim. Se ele está me traindo, posso invadir a privacidade dele para confirmar ou ainda deixá-lo. Se ele vai me fazer mal, também posso ficar na defensiva e terminar antes, para evitar ser rejeitada. Agora, se ele tem problemas emocionais e pode se autossabotar, eu posso conversar com ele e tentar descobrir uma forma de ajudá-lo. Nos dois primeiros casos eu ajudo a acabar o relacionamento, seja atacando ou me defendendo. No último, eu tento salvá-lo.

É claro que cada uma dessas respostas pode ser verdadeira, desde que antes de jogar você tenha tido clareza de que aquele era o jogo e o baralho que você ia seguir, pois isso diminui a margem de erro. Até porque, sem isso, posso usar o Waite, mas ler como se fosse Marselha ou ainda usar o método das 3 cartas, mas ficar fazendo associações livres.

Aliás, fazer associação livre é a forma mais fácil de errar, pois deixamos a imaginação correr solta. Tal como numa tradução literária, na leitura de Tarô temos que usar regras, entender o contexto, conhecer profundamente a língua utilizada para nos aproximarmos ao máximo da realidade e ajudarmos a nós mesmos e ao consulente em sua busca por respostas úteis e claras.

Norman Bates, um esotérico?


Recentemente terminei de ler Psicose e foi interessante ver outro lado do personagem Norman Bates.

No livro, além de gordinho e de óculos, ele é um leitor ávido. Porém, ao invés de romances, ele lê livros de psicologia, magia, rituais indígenas e, que autor está em sua biblioteca?

Sim, Aleister Crowley!

Aleister Crowley

Fiquei imaginando um mundo paralelo no qual Bates lesse cartas nas inúmeras horas vagas em seu Motel. Será que ele já teria entendido o que estava acontecendo com ele?

Atualizados recentemente422-001

O que você faz quando é atingido pela avareza do Rei de Ouros?


Golden Tarot of Klimt

Golden Tarot of Klimt

Um dos significados negativos (invertidos) do Rei de Ouros é a avareza, que se manifesta quando sua habilidade e poder com o meio material “lhe sobe à cabeça” e ele fica incapaz de compartilhar.

Se dependemos da pessoa afetada por ele diretamente, podemos passar por dificuldades financeiras e até falirmos, perdendo a segurança e inclusive a autoestima, caso vejamos sua falta de generosidade como um sinal de falta de afeto ou respeito.

Por isso, quando isso acontece, podemos ficar também avaros, descontando em pessoas que, por sua vez, dependem de nós. Porém, escassez chama mais escassez, enquanto prosperidade (leia-se generosidade), atrai mais recursos.

Portanto, não feche a mão (ou perca a confiança na vida) porque alguém o fez com você. Aproveite mais como uma lição a favor da sua independência e crescimento pessoal do que como uma “puxada de tapete”. Afinal, é na adversidade que desenvolvemos nosso potencial criativo.

Drops Terapêuticos: Força


Ananda Tarot

Ananda Tarot

Numa leitura terapêutica, a Força pede para que mostremos nosso entusiasmo para os outros, transformando nossos relacionamentos, inclusive os amorosos, em interações mais vibrantes e integradas. Afinal, quando nossos projetos são feitos com autoconfiança, a estabilidade que todos nós buscamos é alcançada com naturalidade.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 4.460 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: