Quer fazer uma consulta de Tarô? Veja como


vanessa-mazza-2

Se você busca por um diagnóstico preciso do seu momento, compreendendo melhor suas atitudes, de onde surgiram seus problemas atuais, além de visualizar para onde está indo, sem o tom fatalista de “futuro que você não pode mudar”, a consulta de tarô terapêutico pode lhe auxiliar neste processo.

Além dos aconselhamentos e previsões, você pode também receber ajuda na hora de tomar uma decisão, ao visualizar todos os possíveis desdobramentos e receber dicas de como lidar com relacionamentos, problemas de saúde ou inclusive de dinheiro.

Para se consultar comigo, basta ter Skype, Yahoo Messenger, Google Talk, Facebook ou mesmo Whatsapp e agendar um horário. Eu atendo geralmente de segunda a sexta. Visite minha agenda para ver as possibilidades.

Para adquirir a consulta, você pode utilizar minha loja virtual.

Quer saber mais sobre mim? Mande um e-mail para 33manik33@gmail.com ou acesse o Quem Sou acima. Se tiver dúvidas sobre como funciona a consulta online, clique aqui. Por fim, se quiser conhecer mais sobre o Tarô, leia em Dúvidas Frequentes.

Você pode acompanhar também meus textos sobre comportamento e qualidade de vida, publicados no Personare.

Consultoria de Tarô


Se conhece e usa o Tarô, mas tem dúvidas pontuais sobre jogos ou não consegue interpretar certos aspectos dos arcanos, estou oferecendo uma consultoria individual por email, focada apenas nas suas necessidades de aprendizado.

Para saber como funciona e qual o investimento, mande uma mensagem para 33manik33@gmail.com

Tarô-15

Significado alternativo: 4 de Ouros


Geralmente vemos o 4 de Ouros como a carta da posse, da avareza e da ganância, mas nos esquecemos que também fala de falta de criatividade, estagnação e medo do abandono, que são o outro lado do apego e do controle.

4 de Ouros - Paulina Tarot

4 de Ouros – Paulina Tarot

Veja outros significados alternativos aqui

Importância da contextualização das perguntas


Se você está lendo para alguém que não conhece, é interessante saber um pouco sobre o cenário no qual as questões estão inseridas, não para simular respostas e fazer adivinhações, como os detratores do Tarô gostam de pensar, mas para sermos mais objetivos nas respostas.

Não queremos saber a vida inteira do consulente, apenas que ele nos dê alguns parâmetros. Afinal, quando ele diz: “quero ver sobre trabalho”, isso é muito vago, pois pode estar desempregado, empregado, num negócio próprio, estudando para concurso, etc. Sem estas informações, as respostas com certeza serão mais generalistas.

Por exemplo:

“Quero ver sobre trabalho”

Sai: Imperador 

o imperador

  1. Se a pessoa está trabalhando, isso é sinal de que as coisas ficarão como estão (sem promoção), de forma estável, podendo melhorar no longo prazo;
  2. Se a pessoa está desempregada, ela continuará assim, talvez dependendo financeiramente de outras pessoas;
  3. Se estuda para concurso, podemos ver capacidade de passar, mas com ambição desmedida. Pode estar visando concursos além da própria capacidade;
  4. Se possui um negócio próprio, tal está seguro e bem administrado, mas sem lucros ou expansão por enquanto.

Se a pessoa nada diz, pode-se apenas dizer que as coisas ficarão na mesma, que existe estabilidade, segurança, mas pouco crescimento. Eu posso deduzir que talvez a pessoa tenha algum posto de liderança, mas estaria “chutando”.

A questão é que, com esta resposta mais aberta, o consulente vai acabar retornando para saber detalhes: “tá, mas eu vou conseguir a promoção? ou o emprego? ou passar na prova?”.

Ou seja, se já tivesse dito antes, a resposta já teria sido mais clara e direta!

O perigo de confundir linhas interpretativas


É interessante conhecer as 3 linhas principais do Tarô: Marselha, Waite e Crowley.

Porém, é preciso definir qual delas você seguirá na hora de usar o Tarô, até para evitar confusões na interpretação, já que, muitas vezes, tenderemos a querer nos favorecer nas respostas.

Neste sentido, nem é bom usar um Tarô de uma linha, mas seguir o que aprendeu na da outra, pois haverá um ruído entre a imagem que está a sua frente e o significado que você está seguindo.

Veja este exemplo:

7 de Ouros

dez-de-ouros-marselha db_rw-_scheiben_071 db_ac-_scheiben_-_071

Se você quer saber se seu negócio dará frutos e sai o 7 de Ouros, o que você responde?

  • Se for Marselha, temos ganho, progresso e desenvolvimento, com prosperidade em longo prazo;
  • Se for Waite, vemos alguns resultados, mas esta carta também traz a ideia de transição, de pensar em novas estratégias;
  • Se for Crowley, a mensagem é de fracasso, estagnação e impossibilidade em continuar.

Esta diferença gritante entre as cartas acontece numa parcela pequena dos arcanos, porém, é o suficiente, a meu ver, para mudar o resultado da consulta. Afinal, dizer que seu negócio fracassará é muito diferente de afirmar que ele trará prosperidade.

Outros exemplos:

2 de Espadas – No Waite (abaixo) é paralisia e no Marselha é conflito. Então, no primeiro você pensa em alguém que não se manifesta, até porque não reconhece a verdade e, no segundo, numa briga mais declarada, numa oposição clara de ideias entre pessoas que não cedem.

db_RW-_Schwerter_021

Como que sempre sai a carta certa?


Tarô-5

A gente embaralha, corta e, como mágica, as cartas que saem respondem coerentemente a pergunta feita. Mas, caso saíssem outras cartas, o Tarô responderia da mesma forma? Eu digo que sim.

O trunfo do Tarô é que as combinações são inúmeras e muitas cartas tem significados parecidos. Assim, de um jeito ou de outro, teremos uma resposta viável, embora alguns detalhes possam aparecer num jogo e não em outro.

Por exemplo, queremos saber se uma compra será feita e temos:

O Sol

Sol e 5 de Ouros – aqui sabemos que sim, mas que haverá alguma perda, a expectativa não será atingida, mas, se tivéssemos tirado Mundo e 8 de Copas? A resposta é semelhante: compra com prejuízo.

É claro que o Sol e o Mundo não são idênticos. Possuem suas nuances. Mas, para a pergunta, ambos respondem afirmativamente. Assim como o 5 de Ouros e 8 de Copas indicam perdas, mesmo que sentidas de modo diferente.

Supondo que ambas tiragens tenham sido feitas em momentos distintos, poderemos entender o que mudou de uma situação para outra ou como uma leitura complementa a outra em detalhes. Então, o que Sol + Mundo significa? e 5 de Ouros + 8 de Copas?

Este é um exemplo mais direto e fácil.

Rei de Ouros - Old Path Tarot

Rei de Ouros – Old Path Tarot

O problema é quando o Tarô inverte e responde, por exemplo, Justiça com Rei de Ouros. Ou seja, continua falando da realização (pois tanto a Justiça quanto o Rei de Ouros a garantem), mas dá uma puxadinha na orelha dizendo: “fique de olho, para não perder alguma coisa”.

Neste caso, a Justiça dá o conselho para prevenir a perda que foi mostrada nas combinações anteriores, acima.

Consulta de Tarô como Exame de Sangue


divine-5

Quando fazemos uma consulta de Tarô temos a impressão de que o tarólogo está vendo tudo o que tem para saber a nosso respeito, inclusive detalhes que nem foram perguntados ou imaginados. A questão é que, tal como um exame de sangue que fazemos no laboratório, se não soubermos exatamente o que estamos procurando, muitas coisas importantes poderão passar despercebidas.

Para que esta comparação fique mais clara, imagine que você tenha alergias. Quando isso acontece, há uma alteração significativa no sangue. Porém, na hora de realizar o exame, se você pedir apenas os níveis de açúcar e colesterol, não é magicamente que virá no resultado seus índices alérgicos.

O mesmo se verifica na consulta de Tarô. Se existe alguma situação importante para explodir no seu trabalho, mas, durante a consulta você foca somente em seu lado amoroso, o tarólogo não irá investigar este lado e assim, não poderá lhe fazer este alerta. (Não é culpa do tarólogo que você não tenha querido ver este setor ou sua vida de forma geral).

Ele poderia fazer este desvio do assunto principal e ver todas as suas outras áreas? Poderia. O problema é que isso envolve tempo e custo, tal como no exame de sangue. Afinal, o laboratório é incapaz de ver tudo o que se possa ver com apenas aquelas amostras que você deu. Ou seja, você teria que encher muitos outros tubinhos. Depois, teria que pagar por cada um dos testes extras realizados, pois são processos diferentes, em máquinas diferentes. E se você tem plano médico, não se engane, este exame de alergia que citei é super caro e, antes de fazê-lo o laboratório confirma se você realmente tem direito a ele.

Isso posto, a vida de cada pessoa é tão ampla, que se um tarólogo for querer ver ponto a ponto sobre cada situação, ele ficará dias focado exclusivamente em uma pessoa, sendo que a mesma nunca pagaria por todo este empenho e tem vezes que nem se sentiria confortável ao sabê-lo, já que o tarólogo estaria invadindo sua privacidade.

Por isso, é esta falta de compreensão sobre como a consulta funciona que leva muitos consulentes (sem noção) a ficarem cobrando o complemento do complemento do complemento de uma consulta que já foi realizada*.

Pense bem, se você não retorna ao laboratório exigindo que eles peguem o mesmo sangue coletado para ver mais uma dezena de coisas, não é correto retornar ao tarólogo para que ele veja outros tantos aspectos que não foram perguntados, se esquecendo que o profissional terá que realizar outras consultas só para respondê-las.

*Isso é diferente de tirar dúvidas, o que é justo e faz parte.

%d blogueiros gostam disto: