Arquivos do Blog

Tarô não se lê só com intuição


Sacerdotisa – Pictorial Key

Ler Tarô em parte, é como ler uma língua estrangeira. Você aprende os vocábulos, a gramática e assim, consegue ler e entender um texto escrito numa língua que não é a sua materna. Enquanto isso não acontece, você pode até adivinhar o que uma ou outra palavra significam. Mas entender a língua mesmo, só depois de muito estudo e prática.

Portanto, não espere que um tarólogo adivinhe as coisas e sim que ele as leie nas cartas, cujos significados ele deve dominar. Afinal, do mesmo modo que você não contrataria uma pessoa para traduzir um texto contando somente com a intuição dela, você também não deve usar igual processo na escolha de um tarólogo ou cartomante.

Anúncios

Valores espirituais da Sacerdotisa, Sacerdote e Eremita


Estes três arcanos, segundo o Nei Naiff, realizam seus objetivos, porém tem valores espirituais e modos de aprendizado distintos.

Por exemplo:

Sacerdotisa - The Crystal Tarot

The Crystal Tarot

A Sacerdotisa consegue o que deseja pois se expressa com clareza e abertura, analisando a situação. Sua palavra é honrada e seu conhecimento é adquirido pela reflexão contínua. Ela seria uma filósofa, terapeuta.

papa

Crowley Tarot

O Sacerdote, por usa vez, se utiliza da legalidade e observação de seus deveres, assim, orienta e direciona tudo ao seu redor. Sua instrução vem do estudo e da prática de obras. Ele seria um juiz de conciliação, estudante de leis.

Golden Botticelli

Golden Botticelli

Por fim, o Eremita trabalha continuamente, buscando equilíbrio interior, respeitando a todos. Seu saber vem da pesquisa ou aperfeiçoamento. Ele seria um teólogo, um yogi.

Perguntas & Respostas: Consulente fala nada/ Só se usa a intuição


Estes dias recebi mais um email (desta vez de um psicólogo que lê o Tarô) com várias perguntas interessantes que publico abaixo, com minhas respostas. Para ver outras dúvidas, acompanhe a série Perguntas Clássicas ao Tarô ou mesmo, outras dúvidas de leitores/clientes

No Tarô a intuição é útil, mas o estudo, fundamental.

No Tarô a intuição é útil, mas o estudo, fundamental.

1. A pessoa chega para se consultar, entra e não diz absolutamente nada. Fica só esperando você falar. Em seguida a Sra abre a mandala de treze cartas e vem uma coisa na cabeça referente a um setor da vida da pessoa.Como vamos saber se aquela ideia sobre tal aspecto da pessoa é correto ou não? Como distinguir o momento de descartar a ideia e o momento de aceitá-la?

Em primeiro lugar, não existe consulta de Tarô realmente eficiente sem que o consulente diga alguma coisa. Isso vem de um conceito antigo de que leitura de cartas é o mesmo que adivinhação ou mediunidade/vidência. Cada carta tem inúmeros significados que vão variar dependendo do caso. Se o consulente nada disser, gastamos muito mais tempo especulando para que lado devemos ou não levar nossa interpretação. Por exemplo, se a pessoa é solteira, a leitura será uma, se for casada, outra, se estiver trabalhando, com dívidas e assim por diante. Isso significa que se o consulente nada disser, sua leitura será errada? não, mas será com certeza superficial ou muito genérica (isso se estiver apoiada em técnica, claro, e não só em intuição). Quanto às ideias que surgem, eu falo, pois são raciocínios que seu subconsciente está fazendo. Cabe ao consulente dizer se isso procede ou não. Com o tempo você terá mais clareza sobre isso, pois estas ideias podem também nascer de puro preconceito. Por isso, enfatizo novamente, se você tem a técnica, fica simples saber se sua ideia espontânea complementa o que saiu de fato ou se é “uma viagem”.

2. Para se jogar Tarot é preciso que se tenha uma intuição especial? Se sim, isso é algo que já nasce com a pessoa ou qualquer um pode desenvolver essa capacidade com a prática? A Sra usaria seus argumentos baseado em que?

Intuição é algo que todos temos e que precisamos desenvolver, mas que não está circunscrito apenas a atividades como a do Tarô. Um médico, um engenheiro, um matemático podem dela desfrutar. Muitos cientistas fizeram descobertas após um momento de inspiração. O que torna você um bom tarólogo é sua técnica e isso pode ser aprendido. É ela que lhe dará a base firme na qual se sustentar e tecer seus argumentos.

3.Como desenvolver essa capacidade? Pode-se desenvolvê-lo praticando “na marra”, jogando de graça para o maior número possível de pessoas?

A prática faz a perfeição, claro. Mas eu recomendaria treinar com você mesmo (fazendo uma prática de Tarô diário, com previsões para o dia, a semana, o mês) e, se for ler de graça para outros, que sejam pessoas próximas, amigos e parentes, pois, se forem estranhos, poderão abusar de você. Além disso, depois será difícil começar a cobrar.

4. Existem alguns exercícios que a pessoa pode fazer para desenvolver essa capacidade?

Como disse acima, treine consigo mesmo. Recomendo a trilogia do Nei Naiff. A técnica dele é excelente e muito clara. Com ela seu nível de acerto aumentará bastante. Pode ver os livros aqui – http://www.neinaiff.com/livros

Imgem: Leo Rey Fotografia/ Eremita – Tarô dos Anjos

Dicas: Educação e Carreira no Tarô


O blog Biddy Tarot trouxe, recentemente, um TOP 10 de cartas de Tarô para estudo e carreira que traduzi livremente abaixo, acrescentando algumas coisas. Considerei interessante, pois é sempre um desafio trazer os símbolos das cartas para nosso cotidiano. Afinal, estamos razoavelmente longe do mundo medieval, quando o Tarô foi criado.

É claro que todas as 78 cartas podem responder questões a respeito desses dois assuntos, porém, estas que a autora indicou são as mais óbvias, pois já trazem nelas este universo de forma palpável.

db_PAG-_II_-_Die_Hohe-_priesterin1

Pagan Tarot – Sacerdotisa

ARCANOS MAIORES

  1. Sacerdotisa – Indicaria a busca de conhecimento místico e intuitivo, assim como ampliação de mediunidade;
  2. Sacerdote – Neste caso, sugere o aparecimento de um professor ou mestre na vida da pessoa. Assim, é preciso aprender uma nova doutrina ou modo de pensar. O conhecimento também pode vir de instituições legalizadas e tradicionais;
  3. Carro – Mostraria determinação e concentração do consulente, por isso, é positivo para concursos públicos e seleções;
  4. Eremita – Trata-se quando o conhecimento vem de dentro, favorecendo, portanto, a meditação e contemplação. O consulente deve aproveitar e valorizar o que já se sabe;
  5. Louco – Revela o desejo de exploração. O consulente seria então um “estudante da vida” ou, pelo menos, deve aprender com as próprias experiências, sem ter medo de errar;
Pagan Tarot - Pajem de Espadas

Pagan Tarot – Pajem de Espadas

 

ARCANOS MENORES

  1. Pajem de Ouros – Este arcano falaria de novos estudos, sobre os quais o consulente estaria entusiasmado e cheio de energia, já os aplicando na carreira escolhida, na forma de estágio ou trainee, por exemplo;
  2. 3 de Ouros – Seria um aprendizado de mão dupla, quando o aprendiz recebe o conhecimento do instrutor que, por sua vez, melhora seus conhecimentos ao ter que buscar as respostas corretas para seu aluno. Também poderia se referir a ensino e aprendizado em grupo ou associações e colaborações no âmbito profissional;
  3. 8 de Ouros – Mostraria uma fase de aprendizado e aprimoramento de novas habilidades, pedindo dedicação e perseverança ao consulente para continuar avançando. Se ele tiver dúvida se deve seguir carreira X, esta carta sugere que se comece a investir já;
  4. Pajem de Espadas – Com sede por conhecimento, este Pajem indicaria estudo autodidata, revelando igualmente um consulente que faz perguntas difíceis e/ou impertinentes. Pode, inclusive, indicar pesquisas acadêmicas;
  5. 3 de Paus – Pede que se esteja pronto para expandir conhecimento, saindo da zona de conforto. Assim, convida a um intercâmbio ou cursos no exterior, assim como aprendizado de línguas;

db_PAG-_Scheiben_031 db_PAG-_VII_-_Der_Wagen1

Imagens acima: 3 de Ouros e Carro

 

%d blogueiros gostam disto: