Arquivo da categoria: Evite Doenças

Evite doenças com o Tarô: Índice


Atualizados recentemente44

Escolha na lista abaixo o que mais lhe incomoda ou o que gostaria de incorporar na sua vida e veja o que o Tarô tem a dizer:

  1. Para entender a associação do tarô com as doenças
  2. Como controlar as emoções
  3. Como fazer caridade
  4. Você sabe qual é sua missão de vida?
  5. Como obter bem-estar
  6. Estrabismo
  7. Como praticar a meditação
  8. Como se proteger das recaídas
  9. Anorexia
  10. Intoxicação alimentar
  11. Síndrome do pânico
  12. Infertilidade
  13. Buscando plenitude?
  14. Dependência familiar
  15. Materialismo
  16. Insônia
  17. Estresse
  18. Ceticismo
  19. Animais doentes
  20. Candidíase
  21. Dores no ouvido
  22. Autocura
  23. Resistência à cura
  24. Alzheimer
  25. Medicina atual
  26. Rejuvenescimento
  27. Cintura
  28. Doenças genéticas
  29. Panturrilha
  30. Catarata
  31. Celulite
  32. Pancreatite
  33. Culote
  34. Papada
  35. Epilepsia
  36. Queimaduras
  37. Vícios
  38. Queda de cabelo
  39. Pneumonia
  40. Vaginite
  41. Hemorroidas
  42. Problemas no coração
  43. Problemas na mandíbula
  44. Unha encravada
  45. Problemas no útero
  46. Tendinite
  47. Dores na garganta
  48. Osteoporose
  49. Labirintite
  50. Leucemia
  51. TPM/ Menopausa
  52. Problemas no fígado
  53. Pressão baixa
  54. Gordura localizada
  55. Sudorese
  56. Flacidez
  57. Derrame
  58. Rinite, asma e sinusite
  59. Problemas de pele
  60. Problemas na coluna
  61. Dentes
  62. Infecção urinária
  63. Febre
  64. Diabetes
  65. Mau-hálito
  66. Miopia
  67. Constipação
  68. Dor de cabeça
  69. Dores nos ombros
  70. Problemas na tireoide
  71. Câncer de mama
  72. Problemas de circulação
  73. Calvície
  74. Anemia
  75. Câimbras
  76. Gastrite

Evite doenças com o Tarô: Carro – Controlando emoções


 

Uma forma de evitar doenças é controlar, no sentido positivo, as emoções, até porque o que vale mesmo são os sentimentos, tais como o amor. Agora raiva, tristeza, frustração, receio, insegurança, preocupação, são emoções transitórias que devem ser bem administradas e contidas com sabedoria.

Se você fica com raiva, por exemplo, não pode se impedir de senti-la, mas pode determinar como irá lidar com ela. Você pode fingir que a emoção não está lá e depois explodir de uma hora para outra; pode ir colocando “lenha na fogueira” e “armar um barraco” ou pode simplesmente compreender as razões da raiva e procurar resolver o problema o mais rápido possível.

Assim, a carta do Carro nos impele a manter a disciplina, observando nossos impulsos, usando a raiva a nosso favor e nos colocando no caminho certo e impedindo que nos descontrolemos.

Afinal, emoções bem cuidadas podem nos levar muito longe, do mesmo modo como os cavalos do Carro, bem guiados e seguros, sob um pulso firme, movimentam a vida do seu condutor.

Cabe a nós, portanto, assumir o controle sobre nossas emoções, pois, se não houver esta força de vontade, poderemos cair do veículo e ser sapateados por estes mesmos cavalos, que carregam tanto potencial de crescimento se forem bem segurados.

Saiba mais sobre esta série aqui

Evite doenças com o Tarô: 3 de Ouros – Caridade ativa


Muitas pessoas quando ficam doentes têm aquela vontade de ser cuidadas, mimadas, como se a doença em si trouxesse embutidos estes privilégios. É claro que é uma delícia ser bem tratado e acolhido, porém, ter que adoecer para conseguir isso é muito triste. O interessante é que, mesmo que nossos entes queridos, companheiros e amigos cuidem de nós, a tendência mais forte é que, no fim, isso não seja sentido plenamente, pois o que nos falta mesmo é amor próprio. Digo isso porque se a doença se instalou em primeiro lugar, é porque permitimos nos sentir ingratos pela vida. Ora, se não valorizamos as pequenas coisas que nos acontecem, logicamente também não sentiremos muita coisa se as pessoas cuidarem de nós quando estivermos doentes. Como isso soa estranho, neste ponto é preciso fazer uma distinção entre o que pensamos daquilo que efetivamente sentimos. Você pode pensar que está grato pelo ato bondoso de alguém, mas isso não necessariamente faz você sentir gratidão. Sentir significa ficar verdadeiramente feliz e em paz, ter aquele “calorzinho” no peito. Quem sente de verdade, sara e nunca mais é atingido por desequilíbrio nenhum. Agora, se você fica doente para receber esta atenção, mas continua tendo recaídas, como se não fosse o suficiente, é provável que esteja faltando na sua vida um pouco de caridade.

Por isso, escolhi o 3 de ouros, que fala, entre outras coisas, de cooperação, de lidar bem com os outros, de criar uma unidade, de deixar um legado dentro de um grupo, dando seu melhor. Afinal, quanta coisa boa não sabemos fazer? O quanto não poderíamos contribuir para que o mundo tivesse menos sofrimento? Dar mais ao invés de ficar sempre esperando receber não poderia nos libertar de uma situação viciante de auto-piedade?

Assim, recomendo que todos nós encontremos uma causa pela qual investir e que ocupe nossa mente e coração. Tem gente que defende os direitos da mulher, outros se preocupam com as crianças ou com os idosos, tem aqueles que focam em educação, outros em esporte e lazer, outros ainda, como eu, se importam com o meio-ambiente, a nutrição adequada e o direito dos animais.

Por isso, pense: em que área posso verdadeiramente fazer a diferença?

Saiba mais sobre esta série aqui

Evite doenças com o Tarô: Julgamento – Missão de vida


Quando reconhecemos nossa verdadeira vocação, é como se nos colocássemos no trilho certo da vida. As coisas passam a fluir, temos mais coragem e convicção para enfrentar as dificuldades ou obstáculos e nos sentimos felizes, apenas por termos a oportunidade de realizarmos o que tanto gostamos.

Por outro lado, quando não sabemos o sentido de nossas vidas, não conseguimos dizer do que realmente gostamos e, pior, vamos vivendo no automático, é muito natural que as doenças venham para externalizar que estamos caminhando numa trilha desconhecida e incômoda, que nada tem a ver com nossa essência e que apenas nos drena energia.

Assim, mesmo que você esteja perdido agora, comece do básico, se descubra aos poucos. Questione-se, tente tomar mais decisões pessoais, se permita alguns prazeres, procure ajuda. Quem sabe, logo logo a “ficha não caia”, lhe ajudando a transformar sua vida para melhor?

Saiba mais sobre esta série aqui

Evite doenças com o Tarô: 9 de Ouros – Em busca do bem-estar


Já que as doenças revelam nossos desequilíbrios emocionais, sinalizando igualmente que estamos vivendo vidas artificiais, deixando de prestar atenção em nós mesmos e em nossas necessidades mais íntimas, nada como nos lembrarmos deste arcano para voltarmos a encontrar equilíbrio físico.

Afinal, como o 9 de Ouros fala de auto-satisfação, quando evitamos tudo aquilo que é grosseiro e desagradável, mostrando tato e diplomacia, além de nos ocuparmos com atividades mais elevadas, é natural que possamos assim apreciar as coisas boas da vida, sendo graciosos e desfrutando de lazer e bem-estar.

Para atingirmos este estado, existem várias alternativas: a aromaterapia, como a imagem de alguma forma parece indicar, os florais, a yoga, o tai chi chuan, a meditação, as caminhadas ao ar livre, os tratamentos estéticos, uma alimentação mais natural e orgânica, entre tantas outras possibilidades.

Escolha, portanto, a sua e evite ficar doente!

Saiba mais sobre esta série aqui

%d blogueiros gostam disto: