Patriarcalismo no Tarô e sua Influência nos Jogos


Quem se sente incomodado com o patriarcalismo do Tarô e fica bloqueado na hora de utilizá-lo, deve se lembrar que, em primeiro lugar, ele é um retrato de uma época e não uma regra de conduta para os nossos tempos e, segundo, que todos nós temos aspectos femininos e masculinos dentro de nós.

Então, mesmo que antigamente acreditassem que somente os homens poderiam ter a intrepidez de um Carro ou a autoridade de um Imperador (e que homens não iriam manifestar uma Sacerdotisa), atualmente é comum e evidente que as mulheres sejam igualmente capazes de tais características, sem que precisem ser denominadas de “masculinas”.

Rainha de Espadas – Art Nouveau Tarot

Portanto, se sair uma Rainha de Espadas, por exemplo, não pense automaticamente que se trata de uma mulher terrível. Pense que o arcano fala, em essência, de uma pessoa vingativa e rancorosa, que pode ser na prática um homem ou uma mulher.

Afinal, a carta em si não tem nada a ver com o gênero, embora a representação tenha nascido assim (antigamente era impensável e até feio uma mulher, cuja obrigação era ser dócil, aparecer armada para a guerra e mostrar frieza). Deve-se, portanto, separar o contexto histórico (importante, na hora do aprendizado) da interpretação dos nossos jogos do dia a dia.

http://vanessamazza.com.br

Anúncios

Sobre Vanessa Mazza

Graduada em Comunicação Multimídia pela UMESP, já trabalhei em emissoras de TV, produtoras de vídeo e cinema, além de ter sido assessora de imprensa de um órgão do Governo do Estado de São Paulo. De 2008 a 2011 me envolvi com a área de internet do Grupo Corrêa Neves de Comunicação em Franca, cidade do interior paulista para a qual me mudei para ter mais qualidade de vida e bem-estar. Dessa forma, pude me dedicar mais intensamente ao tarô, com o qual tenho uma vivência de 17 anos e mais de 5 mil atendimentos, e outros assuntos holísticos, escrevendo artigos e realizando consultas. Atualmente resido em Petrópolis, no Rio de Janeiro, tendo assumido completamente minha profissão de taróloga – que passou a ser reconhecida pelo ministério do trabalho desde 2002 – e atendo preferencialmente por chat e email.

Publicado em 08/01/2017, em Artigos, Cotidiano, Tarô na Vida e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Alguma dúvida? Deixe abaixo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: