Série Perguntas clássicas ao Tarô: O atendimento online funciona?


vanessa-mazza-2

Imagem: Leo Rey

Geralmente quem faz esta pergunta desconhece o funcionamento do Tarô e ainda se deixa convencer por mitos como o de que é preciso tocar o baralho para que ele funcione. Ou seja, o mágico não é o profissional e sim o objeto. Nada menos verdadeiro.

Por mais que amemos nossas cartinhas, elas são totalmente desprovidas de poder. O que enxergamos nelas tem muito mais a ver com nosso conhecimento, intuição, técnica, experiência e inconsciente coletivo, do que com uma emanação fantástica. Afinal, se uma pessoa que nada saiba sobre o Tarô pegar uma carta, nada verá além de uma figura colorida. Enfim, é a referência pessoal que faz o objeto ter valor.

Por causa disso,  Tarô não é algo que precise de crença pessoal para funcionar e, se for para confiar em algo, é melhor que seja no profissional. Afinal, não há como um tarólogo ser ótimo presencialmente e terrível online, a não ser, claro, que ele não entenda nada de computadores. Aí não tem a ver com o atendimento e sim com a dificuldade da pessoa em utilizar um meio mais moderno.

Por fim, o que costumo sempre dizer para pessoas que possuem o receio de que consultas online sejam menos efetivas que as presenciais, é que a partir do momento que conseguimos perguntar sobre pessoas que não estão presentes na sala conosco durante um atendimento presencial (pais, companheiros, filhos, etc), por que a mesma dinâmica não funcionaria num atendimento à distância?

É só lembrar de quando fazemos previsões para um país ou pessoas famosas. Estas últimas não vieram até nossa casa para que pudêssemos ler sobre elas e seus futuros…

Seja como for, ressalto que a eficiência da consulta depende mais de quem lê para você e não do local e do tipo de baralho.

Anúncios

Sobre Vanessa Mazza

Graduada em Comunicação Multimídia pela UMESP, já trabalhei em emissoras de TV, produtoras de vídeo e cinema, além de ter sido assessora de imprensa de um órgão do Governo do Estado de São Paulo. De 2008 a 2011 me envolvi com a área de internet do Grupo Corrêa Neves de Comunicação em Franca, cidade do interior paulista para a qual me mudei para ter mais qualidade de vida e bem-estar. Dessa forma, pude me dedicar mais intensamente ao tarô, com o qual tenho uma vivência de 17 anos e mais de 5 mil atendimentos, e outros assuntos holísticos, escrevendo artigos e realizando consultas. Atualmente resido em Petrópolis, no Rio de Janeiro, tendo assumido completamente minha profissão de taróloga – que passou a ser reconhecida pelo ministério do trabalho desde 2002 – e atendo preferencialmente por chat e email.

Publicado em 02/05/2015, em Artigos, Tarô, Tiragens e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Acompanhando suas postagens por aqui através dos emails enviados.E achando super! Grata.

    Curtir

  1. Pingback: Resumo de Janeiro e Fevereiro | Tarolando

Alguma dúvida? Deixe abaixo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: