Resenha: Fantastical Creatures Tarot


Itens do conjunto completo

Itens do conjunto completo

Criado por D. J. Conway e desenhado por Lisa Hunt (clique aqui para ver outras referências sobre ela aqui no blog) e publicado pela US Games, este tarô se baseia em histórias de criaturas fantásticas, presentes em várias culturas. Vindo numa caixa azul, que inclui um encarte com cinco sugestões de tiragens (entre elas uma Cruz Celta estendida), além de um livreto, que conta um pouco sobre as figuras e os significados, o baralho é de qualidade, com superfície laminada na cor bege, enquanto que os desenhos em si são muito bem feitos, com profundidade e detalhes. Já o tamanho é considerado padrão (11.5 x 7 cm) e as cartas são fáceis de embaralhar e dispor.

Por sugerir outros ornamentos, o significado das cartas não é imediato para aqueles que ainda não aprenderam o básico do Tarô. Neste sentido, trata-se mais uma obra para expandir nossos conhecimentos em arte, história e mitologia, do que para nos auxiliar no dia a dia de uma consulta prática ou rápida.

Parte de trás da carta

Parte de trás da carta

Por exemplo, no Arcano XX, ao invés do anjo da ressurreição, temos dois dragões sobre um lago. O Eremita é uma mulher atrás de uma moita. O Pendurado está travestido de Medusa, sentada em uma pedra, enquanto que o Unicórnio representa a carta da Lua. Assim, é necessário estudar cada história para encontrar seus pontos de intersecção com os arcanos tradicionais. Algumas são mais fáceis de compreender, como a citada Medusa (abaixo) que paralisava suas vítimas. Para se salvar, era necessário nunca olhar diretamente para ela. Neste sentido, ela representaria a utopia da qual o Pendurado geralmente é vítima.

Medusa - Pendurado

Medusa – Pendurado

Em termos de estrutura, este tarô tem as 78 cartas, divididas em Maiores e Menores. A numeração dos primeiros está em algarismo romano na parte superior central, enquanto que a dos segundos está grafada nominalmente na parte inferior. Os naipes são deduzidos por seus símbolos no alto da carta: duas espadas ou bastões cruzados, uma taça ou um pentagrama. As imagens ficam ao centro, emolduradas por galhos entrelaçados.

Copas: Seres aquáticos

Copas: Seres aquáticos

Os elementos dos Arcanos Menores não são muito claros, porém, percebe-se que existem mais temas aquáticos em Copas, com várias criaturas de rios, lagos e oceanos, tais quais as sereias vistas nas cartas do Pajem de Copa, Rainha de Copas (acima), 6 de Copas e 10 de Copas.

Espadas: Cobras, armas e relâmpagos

Espadas: Cobras, armas e relâmpagos

As de Espadas geralmente trazem armas, cobras, relâmpagos, escuridão e pântanos. Ouros são povoados por duendes e anões, florestas, árvores sábias e colheitas.

Ouros: Anões, duendes, florestas

Ouros: Anões, duendes, florestas

Por fim, Paus traz cenas mais radiantes (sol, focos de luz), com muitos seres alados.

Paus: Seres alados e luz

Paus: Seres alados e luz

Para facilitar o aprendizado, duas cartas extras acompanham o conjunto com palavras-chaves para todos os arcanos, geralmente num tom de conselho/advertência. Assim, no 3 de Espadas está escrito “Dor de Cabeça”, enquanto que no 10 de Ouros “Planeje para o futuro”. Nem todos os significados se ajustam perfeitamente, mas, como foi dito no começo, é o que se deve esperar quando se tenta criar variações para um sistema estabelecido.

Sentença: Vale a pena para colecionadores, amantes de fantasia e arte e estudantes de Tarô avançados.

Para saber mais – Site do Fantastical Creatures

Anúncios

Sobre Vanessa Mazza

Graduada em Comunicação Multimídia pela UMESP, já trabalhei em emissoras de TV, produtoras de vídeo e cinema, além de ter sido assessora de imprensa de um órgão do Governo do Estado de São Paulo. De 2008 a 2011 me envolvi com a área de internet do Grupo Corrêa Neves de Comunicação em Franca, cidade do interior paulista para a qual me mudei para ter mais qualidade de vida e bem-estar. Dessa forma, pude me dedicar mais intensamente ao tarô, com o qual tenho uma vivência de 17 anos e mais de 5 mil atendimentos, e outros assuntos holísticos, escrevendo artigos e realizando consultas. Atualmente resido em Petrópolis, no Rio de Janeiro, tendo assumido completamente minha profissão de taróloga – que passou a ser reconhecida pelo ministério do trabalho desde 2002 – e atendo preferencialmente por chat e email.

Publicado em 08/22/2014, em Artigos, Baralhos, Tarô e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Alguma dúvida? Deixe abaixo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: