O que você faz quando é atingido pela frivolidade do 3 de Copas?


Tarot of the 78 Doors

Tarot of the 78 Doors

A frivolidade acontece quando ficamos na superfície das coisas e situações. E este é o erro que alguém, regido pelo lado negativo do 3 de Copas, pode cometer quando busca pela aparência das pessoas, mais do que pelo conteúdo, quando consome produtos naturais porque está na moda e não pela saúde,u quando aceita coisas como verdade, sem questionar ou propaga boatos, não analisando o mal que aquilo poderá causar em longo prazo.

As pessoas frívolas usam a educação de modo vazio, dizendo “bom dias” e “obrigados” sem emoção. Compram coisas pelo status, não importa o preço ou a dívida que poderão gerar a partir disso. Não assumem responsabilidades, geralmente porque não percebem que o deveriam fazer. Portanto, deixam as pessoas na mão, pois não sabem ser solidárias. Não é a toa que vivem se divertindo, rindo e discutindo banalidades, como a melhor cor de esmalte para o verão ou quem deve ganhar o BBB, indo em festas a semana toda ou curtindo o sol na beira da piscina.

Não que não possamos todos nós nos divertir e viver de forma mais leva e solta, porém, a frivolidade só se instala quando se torna padrão e não exceção. Desse modo, quando alguém com este comportamento lhe atinge, o que fazer? Ficar irado? Obrigar a pessoa a fazer o que deve, constrangê-la em público? Tirar das coisas dela?

Talvez os maiores erros sejam querermos moldar a pessoa, corrigi-la, controlá-la ou pior, nos responsabilizarmos por suas ações. Quando a pessoa frívola surge é preciso aproveitar seu descompromisso para vivermos mais alegres, pois elas costumam nos incentivar neste caminho. Entretanto, devemos dar “um passo para trás”, nas horas em que causarem problemas para si mesmas. Afinal, a melhor forma de ajudá-las é permitir que aprendam com os próprios erros. Apesar disso, evite colocar nas mãos delas coisas importantes para você. Até porque: a cada um, o que pode carregar.

Veja mais sobre o lado negativo desta carta, aqui.

Anúncios

Sobre Vanessa Mazza

Graduada em Comunicação Multimídia pela UMESP, já trabalhei em emissoras de TV, produtoras de vídeo e cinema, além de ter sido assessora de imprensa de um órgão do Governo do Estado de São Paulo. De 2008 a 2011 me envolvi com a área de internet do Grupo Corrêa Neves de Comunicação em Franca, cidade do interior paulista para a qual me mudei para ter mais qualidade de vida e bem-estar. Dessa forma, pude me dedicar mais intensamente ao tarô, com o qual tenho uma vivência de 17 anos e mais de 5 mil atendimentos, e outros assuntos holísticos, escrevendo artigos e realizando consultas. Atualmente resido em Petrópolis, no Rio de Janeiro, tendo assumido completamente minha profissão de taróloga – que passou a ser reconhecida pelo ministério do trabalho desde 2002 – e atendo preferencialmente por chat e email.

Publicado em 01/29/2014, em Ação e Reação, Artigos, Tarô e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Alguma dúvida? Deixe abaixo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: