Tarô e Cultura: Louco – Bobo da Corte


Northern Shadows Tarot

Northern Shadows Tarot

O Tarô das Sombras do Norte (Tarot of Northern Shadows) de S. Gainsford & H. Rodway, publicado pela US Games em 1997, é baseado na mitologia nórdica e céltica e traz, como Louco, uma imagem bem semelhante à figura dos bobos da corte ou bufões, tão presentes nas cortes da Idade Média.

Basicamente, os bobos – que usavam roupas espalhafatosas, coloridas, com chapéus bizarros e guizos – tinham como função entreter a realeza (com poesias, danças, música) e fazer rir. Para isso, acabavam tendo algumas liberdades, tais como falar a verdade “na cara” e criticar o rei sem consequências, quebrando o status quo da época. Neste ponto, não havia limite para o humor e ironia, ao contrário do que temos visto hoje em dia no Brasil. Por isso, ele acabava também mostrando os vícios da sociedade, representando de forma exagerada e tola seus costumes. Não é à toa que geralmente era ele mesmo uma pessoa grotesca, com anomalias físicas (de nascença ou criada de propósito) ou mentais.

Apesar de sua presença marcante na Europa, os igualmente chamados arlequins, apareceram primeiro no Império Bizantino, cuja capital ficava onde atualmente está a cidade de Istambul. Com as Cruzadas, eles ficaram conhecidos e se proliferaram pelo Ocidente. Porém, mesmo que tenhamos agora comediantes de todos os tipos, o bobo da corte sumiu no século XVII.

No Tarô, o Louco traz muitas das características do bufão, tais como a irreverência, a liberdade, os excessos, a alegria e divertimento, a frivolidade, a extravagância e ousadia. Porém, não revela a sagacidade, esperteza, inteligência, crítica e ironia  que podiam igualmente demonstrar.

Anúncios

Sobre Vanessa Mazza

Graduada em Comunicação Multimídia pela UMESP, já trabalhei em emissoras de TV, produtoras de vídeo e cinema, além de ter sido assessora de imprensa de um órgão do Governo do Estado de São Paulo. De 2008 a 2011 me envolvi com a área de internet do Grupo Corrêa Neves de Comunicação em Franca, cidade do interior paulista para a qual me mudei para ter mais qualidade de vida e bem-estar. Dessa forma, pude me dedicar mais intensamente ao tarô, com o qual tenho uma vivência de 17 anos e mais de 5 mil atendimentos, e outros assuntos holísticos, escrevendo artigos e realizando consultas. Atualmente resido em Petrópolis, no Rio de Janeiro, tendo assumido completamente minha profissão de taróloga – que passou a ser reconhecida pelo ministério do trabalho desde 2002 – e atendo preferencialmente por chat e email.

Publicado em 07/17/2013, em Artigos, Tarô e Cultura e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Alguma dúvida? Deixe abaixo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: