Tarô e Cultura – Louco – Sátiros/Faunos


OlympusTarotLouco

Presente na cultura popular, como desenhos (a Disney mesmo já falou sobre ele no Fantasia e em Hércules), música (peças eruditas, como de Debussy) e na dramaturgia em geral, os sátiros são seres bastante “sapecas”, por assim dizer. Oriundos da mitologia grega, estes seres divinos, mas não imortais, estavam intimamente ligados à Natureza.

Tal como na figura acima do Arcano Louco do Tarô do Olympo, eles tinham o “aspecto de homens com cauda e orelhas de asno ou cabrito, pequenos chifres na testa, narizes achatados, lábios grossos, barbas longas e órgãos sexuais de dimensões bem acima da média humana.” *

Já as mulheres nuas atrás dele eram ninfas, com quem os sátiros mantinham relações sexuais frequentes em bosques como parte do cortejo do deus Dionísio (Baco para os romanos). Os sátiros também copulavam com mulheres e rapazes humanos, assim como cabras e ovelhas.

Sobre a associação do Louco com o Sátiro, eu diria que a intenção era pegar mais este aspecto do espírito solto e brincalhão, que não se incomoda com convenções sociais, nem se limita por elas, do que pelo lado propriamente físico. Até porque não vejo um caráter muito sexual no Louco, tal como o conhecemos. É como se ele estivesse acima disso, mais preocupado com seus ideais e ideias malucas (ou ainda sua jornada), do que com desejos mundanos. Mesmo assim, é possível, numa leitura de amor, entendermos o Louco como alguém que não busca compromisso e, portanto, se sente mais à vontade “brincando” por aí, como Macunaíma, do que dentro de uma monogamia padrão.

*Pela mitologia romana, o ser semelhante aos sátiros, seriam os faunos, apesar de algumas diferenças essenciais. De todo modo, é comum confundir faunos, sátiros e o deus Pã como sendo o mesmo ser, devido à mistura de animal com humano e a ligação com o sexo. 

Mais informações, acesse: http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%A1tiro

Anúncios

Sobre Vanessa Mazza

Graduada em Comunicação Multimídia pela UMESP, já trabalhei em emissoras de TV, produtoras de vídeo e cinema, além de ter sido assessora de imprensa de um órgão do Governo do Estado de São Paulo. De 2008 a 2011 me envolvi com a área de internet do Grupo Corrêa Neves de Comunicação em Franca, cidade do interior paulista para a qual me mudei para ter mais qualidade de vida e bem-estar. Dessa forma, pude me dedicar mais intensamente ao tarô, com o qual tenho uma vivência de 17 anos e mais de 5 mil atendimentos, e outros assuntos holísticos, escrevendo artigos e realizando consultas. Atualmente resido em Petrópolis, no Rio de Janeiro, tendo assumido completamente minha profissão de taróloga – que passou a ser reconhecida pelo ministério do trabalho desde 2002 – e atendo preferencialmente por chat e email.

Publicado em 03/04/2013, em Artigos, Tarô e Cultura e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Alguma dúvida? Deixe abaixo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: