Como ler cartas “boas” no sentido negativo


Todas as cartas tem um lado sombrio

No começo do lido com as cartas, é muito fácil pensarmos de forma polarizada: forte, fraco, bom, mau, positivo, negativo. Porém, como cada arcano mostra muitas facetas de uma mesma situação, sua interpretação varia de acordo com  a pergunta, o método e mesmo o momento no qual é tirada, quando nossa intuição se manifesta.

De todo modo, em algum momento, iremos o usar o lado sombrio das cartas ditas positivas, o que pode causar confusão. Afinal, o que seria o lado ruim do Sol?

Assim, a dica é perceber pelo contexto ou pela posição onde a carta caiu se existe a ausência de sua energia ou exagero da mesma. Por exemplo, ausência de Sol é falta de ânimo, de alegria de viver, de confiança, de otimismo, enquanto um exagero mostra ilusão, vaidade, egocentrismo e até infantilidade.

Portanto, se houver dificuldade de perceber isso, basta olhar uma carta cujo teor geralmente é positivo e refletir: se todas as boas qualidades que eu associo a ela estivessem ausentes, como eu me sentiria? O que poderia causar este bloqueio? Agora imagine o sentido oposto, como se houvesse até demais dessa energia e o balanço tivesse se perdido.

Que tal colocar isso em prática e fazer o teste com o 2 de Copas (amor), o 6 de Paus (sucesso), o 10 de Ouros (prosperidade), o Ás de Espadas (lucidez). O que elas dizem no sentido negativo?

Anúncios

Sobre Vanessa Mazza

Graduada em Comunicação Multimídia pela UMESP, já trabalhei em emissoras de TV, produtoras de vídeo e cinema, além de ter sido assessora de imprensa de um órgão do Governo do Estado de São Paulo. De 2008 a 2011 me envolvi com a área de internet do Grupo Corrêa Neves de Comunicação em Franca, cidade do interior paulista para a qual me mudei para ter mais qualidade de vida e bem-estar. Dessa forma, pude me dedicar mais intensamente ao tarô, com o qual tenho uma vivência de 17 anos e mais de 5 mil atendimentos, e outros assuntos holísticos, escrevendo artigos e realizando consultas. Atualmente resido em Petrópolis, no Rio de Janeiro, tendo assumido completamente minha profissão de taróloga – que passou a ser reconhecida pelo ministério do trabalho desde 2002 – e atendo preferencialmente por chat e email.

Publicado em 11/04/2012, em Artigos, Tarô, Tiragens e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Alguma dúvida? Deixe abaixo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: