Cat´s Eye Tarot – Uma visão felina da vida


Criado por Debra M. Givin, uma veterinária de longa data apaixonada pelos gatos e sua linguagem corporal, o Cat’s Eye Tarot, ou O Tarô do Olho do Gato, publicado pela US Games, tem a estrutura de um tarô clássico com 78 cartas, trazendo em cada arcano, ao invés dos simbolismos mais evidentes, a vida sob o ponto de vista dos gatos, sem, no entanto, travesti-los de pessoas.

Desse modo, as figuras, num estilo de aquarela com cores marcantes, mostra cenas típicas do comportamento felino, combinadas com os significados tradicionais das cartas.

Assim, os Arcanos Maiores ilustram momentos da vida do gato doméstico e também daquele que goza de certa liberdade, vivendo em chácaras, por exemplo. Temos, então, do gato que fica preso no inverno e olha para fora pela janela na Morte; passando por aquele que sobe até a árvore para alcançar o pássaro que queria pegar no Carro; até o gato gordo, comilão e arredio do Diabo.

Já os elementos dos arcanos menores são representados pela raça dos animais e pela cor dominante ao fundo. Desta maneira, os siameses estão presentes no naipe de espadas, inseridos em fundo azul. Os gatos malhados, por sua vez, lidam com o naipe de ouros e o fundo das cartas é formado por tons de marrom e verde. Paus são mostrados pelos gatos amarelos, alaranjados, cujo fundo tem a mesma tonalidade. E, finalmente, nas cartas de copas vemos os gatos com marcas brancas e pretas, em fundos vermelhos.

Outro detalhe interessante é que, da mesma forma como nos tarôs de Waite, na qual uma mão emerge nos Ases segurando o elemento do naipe, neste baralho, a pata do gato da raça correspondente surge para caçar algo que representa a energia daquele arcano. Então temos um pássaro para espadas, um rato para ouros, um peixe para copas e uma cobra para o fogo.

Em relação ao material das cartas, se pode dizer que são fáceis de manusear e embaralhar e que o acabamento é muito bem feito e durável. O livreto que acompanha traz algumas explicações e a sugestão de uma tiragem chamada, muito à propósito, de “Nove Vidas”.

Por fim, este deck não se trata de um tarô para iniciantes, pois pode confundir um pouco pelo fato de não seguir a linha mais tradicional. Por isso que, quem já tem experiência com a interpretação das cartas e é fã de gatos, terá a tendência a querer este item na sua coleção, usando-o principalmente para leituras para si mesmo e, quem sabe, para saber como anda seu próprio gatinho.

Anúncios

Sobre Vanessa Mazza

Graduada em Comunicação Multimídia pela UMESP, já trabalhei em emissoras de TV, produtoras de vídeo e cinema, além de ter sido assessora de imprensa de um órgão do Governo do Estado de São Paulo. De 2008 a 2011 me envolvi com a área de internet do Grupo Corrêa Neves de Comunicação em Franca, cidade do interior paulista para a qual me mudei para ter mais qualidade de vida e bem-estar. Dessa forma, pude me dedicar mais intensamente ao tarô, com o qual tenho uma vivência de 17 anos e mais de 5 mil atendimentos, e outros assuntos holísticos, escrevendo artigos e realizando consultas. Atualmente resido em Petrópolis, no Rio de Janeiro, tendo assumido completamente minha profissão de taróloga – que passou a ser reconhecida pelo ministério do trabalho desde 2002 – e atendo preferencialmente por chat e email.

Publicado em 09/27/2012, em Artigos, Baralhos, Tarô e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Alguma dúvida? Deixe abaixo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: