Tarô e Meditação: 5 de Espadas – Comparação


Quem é mais importante? O carvalho ou o bambu, pergunta a imagem. O bambu é menor, porém flexível. O carvalho é muito forte, mas rígido.

Nós temos o costume (ou seria a mania?) de ficarmos constantemente traçando comparações entre nós e entre os objetos e situações. Assim, caímos no complexo do melhor/pior, bom/mau, bonito/feio, útil/inútil, certo/errado.

Por uma questão de organização mental, é até aceitável que tentemos separar uma coisa da outra, até para tomarmos melhores decisões ou compreendermos pessoas e situações com mais clareza.

O que se torna nocivo é quando utilizamos o hábito da comparação para nos auto-afirmarmos ou causar a desunião, rotulando cegamente, esquecendo da essência maior de cada coisa no Universo.

Ou seja, se eu me encontro com alguém e digo para mim mesma que sou melhor, já criei uma relação crítica de superioridade-inferioridade, que vai me desconectar daquela pessoa e me impedir de aprender qualquer coisa por meio dela.

Por isso, é muito fácil se perder na arrogância e desenvolver uma mente fechada quando apenas vemos o rótulo, que, na maioria das vezes, é projetado por nossos próprios defeitos. Isso significa que às vezes a pessoa nem é ignorante, por exemplo. É a nossa mediocridade interior que dá vazão através daquilo que achamos que o outro é.

Por isso que existe tanta discórdia. Estamos constantemente combatendo nossas sombras nos outros, jogamos nossas expectativas e não lidamos verdadeiramente com aquilo que cada um é de verdade.

É, tal como no clássico 5 de Espadas, ganhamos batalhas, sem perceber que na verdade, não houve vencedores.

Anúncios

Sobre Vanessa Mazza

Graduada em Comunicação Multimídia pela UMESP, já trabalhei em emissoras de TV, produtoras de vídeo e cinema, além de ter sido assessora de imprensa de um órgão do Governo do Estado de São Paulo. De 2008 a 2011 me envolvi com a área de internet do Grupo Corrêa Neves de Comunicação em Franca, cidade do interior paulista para a qual me mudei para ter mais qualidade de vida e bem-estar. Dessa forma, pude me dedicar mais intensamente ao tarô, com o qual tenho uma vivência de 17 anos e mais de 5 mil atendimentos, e outros assuntos holísticos, escrevendo artigos e realizando consultas. Atualmente resido em Petrópolis, no Rio de Janeiro, tendo assumido completamente minha profissão de taróloga – que passou a ser reconhecida pelo ministério do trabalho desde 2002 – e atendo preferencialmente por chat e email.

Publicado em 08/17/2012, em Artigos, Meditação e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Alguma dúvida? Deixe abaixo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: