Evite doenças com o Tarô: 8 de Copas – Culote


Na metafísica da saúde, as coxas representam nosso passado e o acúmulo de gordura, nossa autodefesa, desse modo, o que se pode dizer do culote, aquela gordurinha no alto da coxa que atinge, na maioria das vezes, mulheres, independentemente se são gordas ou magras?

Exatamente o que você deduziu: um processo de autodefesa relativo a algum fato do passado. Como o lado de fora da coxa representa o pai (yang) e o lado de dentro, a mãe (yin), o culote só se forma quando a mulher sofre do sentimento de ausência paterna. Ou seja, se seu pai foi ausente ou ela o sentiu e entendeu desse modo, ela irá acumular tecido adiposo nesta região. E, por uma lei de atração, irá chamar a atenção de homens com as mesmas características.

Escolhi o 8 de Copas para ilustrar esta situação, justamente por causa da imagem que retrata o abandono, a partida. É assim que o inconsciente da mulher enxerga os homens, como aqueles que não estão presentes quando elas precisam. Eles podem estar fisicamente lá, mas não existe conexão emocional.

Assim, se você quiser se livrar do culote, aprenda ser mais independente emocionalmente dos outros. Pare de cobrar, de exigir, pois presença é algo que alguém deve lhe dar espontaneamente. Se isso não acontece naturalmente, é porque você deve mudar sua postura, crenças e atitudes. Você poderá obter dois resultados: ou a pessoa irá melhorar ou irá se afastar de vez e outra mais adequada irá substitui-la. Ou seja, não tem como perder por consertar o erro que o culote está mostrando.

Saiba mais sobre esta série aqui

Anúncios

Sobre Vanessa Mazza

Graduada em Comunicação Multimídia pela UMESP, já trabalhei em emissoras de TV, produtoras de vídeo e cinema, além de ter sido assessora de imprensa de um órgão do Governo do Estado de São Paulo. De 2008 a 2011 me envolvi com a área de internet do Grupo Corrêa Neves de Comunicação em Franca, cidade do interior paulista para a qual me mudei para ter mais qualidade de vida e bem-estar. Dessa forma, pude me dedicar mais intensamente ao tarô, com o qual tenho uma vivência de 17 anos e mais de 5 mil atendimentos, e outros assuntos holísticos, escrevendo artigos e realizando consultas. Atualmente resido em Petrópolis, no Rio de Janeiro, tendo assumido completamente minha profissão de taróloga – que passou a ser reconhecida pelo ministério do trabalho desde 2002 – e atendo preferencialmente por chat e email.

Publicado em 05/20/2012, em Artigos, Evite Doenças, Tarô e marcado como , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Alguma dúvida? Deixe abaixo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: