Evite doenças com o Tarô: Sacerdotisa – Vaginite


Como a Papisa é aquela que observa, que fica calada, que muitas vezes guarda para si o que está sentindo, podemos imaginar que uma mulher que mantenha esta atitude em relação ao seu parceiro, principalmente se aquilo que ela enxerga não é positivo, possa desenvolver, mesmo que lentamente, alguma doença interna.

Escolhi a vaginite porque ela é um sinal que geralmente trai a aparente boa vontade da mulher. Ou seja, por fora parece que está tudo bem, mas ter uma inflamação no órgão genital é uma evidência clara de que esta mulher está guardando raiva, seja ela justificada ou não.

Afinal, é a forma como analisamos as situações que provocam as doenças. Neste sentido, nosso corpo não nos julga, apenas responde ao que emitimos. Portanto, se o homem estiver distante e a mulher muito carente, ela pode até somatizar a doença como uma forma de provar que ele está assim porque a trai, por exemplo. Como se ela tivesse contraído a doença por culpa dele.

Em outros casos, a mulher pode desenvolver este incômodo por estar presa a um triângulo amoroso que nunca se define. Por isso é muito importante vasculhar o que está oculto, descobrir nossos sentimentos mais secretos e lidar com eles de forma positiva.

Independentemente do que esteja vivendo, não perca a fé no amor e na felicidade. Seja coerente com suas necessidades e não use o corpo para resolver o que só cabe a você mesma decidir.

Saiba mais sobre esta série aqui

Anúncios

Sobre Vanessa Mazza

Graduada em Comunicação Multimídia pela UMESP, já trabalhei em emissoras de TV, produtoras de vídeo e cinema, além de ter sido assessora de imprensa de um órgão do Governo do Estado de São Paulo. De 2008 a 2011 me envolvi com a área de internet do Grupo Corrêa Neves de Comunicação em Franca, cidade do interior paulista para a qual me mudei para ter mais qualidade de vida e bem-estar. Dessa forma, pude me dedicar mais intensamente ao tarô, com o qual tenho uma vivência de 17 anos e mais de 5 mil atendimentos, e outros assuntos holísticos, escrevendo artigos e realizando consultas. Atualmente resido em Petrópolis, no Rio de Janeiro, tendo assumido completamente minha profissão de taróloga – que passou a ser reconhecida pelo ministério do trabalho desde 2002 – e atendo preferencialmente por chat e email.

Publicado em 05/11/2012, em Artigos, Evite Doenças, Tarô e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Alguma dúvida? Deixe abaixo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: