Boas maneiras com o Tarô: Pendurado


Síndrome do mártir. Pode parecer estranho, mas existem pessoas que se sentem tão à vontade no papel de vítimas, que tornam isso quase uma missão de vida. Como serem felizes e plenas é  algo muito distante em suas mentes, o que sobra é a infelicidade e o sofrimento no seu maior grau. Assim, não basta mais ter apenas alguns inconvenientes, esses indivíduos querem ser os grandes sofredores, os mártires que receberão palmas por terem conseguido sofrer mais do que qualquer outro ser humano. Neste sentido, não existe abnegação verdadeira, nem desapego, nem altruísmo, apenas um grande ego inflado que precisa se sobressair sobre todos os outros, mesmo que seja perseguindo uma via tão negativa quanto a do martírio. São pessoas que permanecem em situações desgastantes, que não se deixam curar de doenças, que não resolvem problemas, que tomam sempre decisões que irão, de uma forma ou de outra, prejudicar a própria vida. Infelizmente, ninguém irá celebrar seus feitos de mártir, pois não foram sinceros.

Anúncios

Sobre Vanessa Mazza

Graduada em Comunicação Multimídia pela UMESP, já trabalhei com mídias e publicações (jornais, internet e revistas), mas minha paixão sempre foi o Tarô, com o qual tenho uma vivência de mais de 20 anos. Atualmente resido em Franca, em São Paulo, sendo taróloga profissional – atividade reconhecida pelo ministério do trabalho desde 2002 – e atendo preferencialmente por chat e email.

Publicado em 02/21/2012, em Artigos, Boas Maneiras, Tarô e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Alguma dúvida? Deixe abaixo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: