8 de Espadas


Muitas vezes deixamos e agir, de viver, de fazer o que queremos, de dizer o que pensamos porque imaginamos que não podemos, que estamos “presos” em alguma coisa, seja a opinião alheia, a religião, a política, a família, etc. Neste sentido, ficamos restritos, paralisados, totalmente sem poder. Desse modo, é preciso se perguntar se você realmente é prisioneiro. Será que não é apenas medo de assumir a própria vida?

Anúncios

Sobre Vanessa Mazza

Graduada em Comunicação Multimídia pela UMESP, já trabalhei com mídias e publicações (jornais, internet e revistas), mas minha paixão sempre foi o Tarô, com o qual tenho uma vivência de mais de 20 anos. Atualmente resido em Franca, em São Paulo, sendo taróloga profissional – atividade reconhecida pelo ministério do trabalho desde 2002 – e atendo preferencialmente por chat e email.

Publicado em 06/15/2010, em Artigos, Tarô e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Alguma dúvida? Deixe abaixo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: